O teste do marshmallow

Uma criança recebe um marshmallow e uma instrução clara: pode comer o doce imediatamente ou esperar cinco minutos e comer dois doces. O que ela vai fazer? E o que sua decisão diz sobre seu comportamento no futuro? Walter Mischel provou, com base em décadas de pesquisa, que a habilidade de adiar a gratificação é fundamental para uma vida de sucesso. Ela pode ser indicativa de melhor cognição, estilo de vida mais saudável e maior autoestima. O Teste do Marshmallow explica a natureza da força de vontade, além de identificar os mecanismos mentais que possibilitam a sua aplicação na vida cotidiana, desde o controle de peso até o planejamento da aposentadoria.

Por que você deve comprar este livro?

Este livro é incrível. O teste do marshmallow (o teste, não o livro) já é mega conhecido e eu adorava as implicações dele porque reforçam a minha própria visão de mundo, mas confesso que nunca li. Até que umas semanas atrás eu li um livro que contrariava um pouco o teste, aí que finalmente decidi ler.

O teste do marshmallow é uma maneira de avaliar a capacidade das crianças de adiarem a recompensa e resistir à tentação. Elas são colocadas numa sala e são ditas que elas podem ter um marshmallow (ou outro doce) ou esperar 15 minutos e receberem dois doces. A premissa básica é que as crianças que conseguem esperar têm maior probabilidade de terem sucesso em diversas áreas no futuro.

Sobre a escrita: A leitura em si é muito agradável, cada capítulo tem sua divisão bem clara e o conteúdo é bem formatado. Abre com contexto e depois delineia o seu ponto. Uma coisa que eu reparei que eu gosto muito é que, em vez de ele só colocar o número de referência da pesquisa em sobrescrito(tipo assim) para sinalizar a leitura posterior, ele explica um pouco do artigo e teste mencionados. Isso ajuda muito, muito mesmo a você entender melhor o contexto. O livro é recheado de referências cruzadas. Um prato cheíssimo.

O tesouro do livro: Walter Mischel delineia melhor os pensamentos e conclusões após o teste do marshmallow e como podemos desenvolver e enganar nosso cérebro para conseguir resistir às tentações. Esse livro é empacotado de conceitos que, felizmente, eu já conhecia e pude desenhar muitos paralelos. Ele fala de inteligência emocional, depleção do ego, o conceito de cérebro rápido e devagar de Kahneman e muitos outros.

No final, você sai com uma boa noção de como praticar melhor o autocontrole, autorregulação e controlar melhor sua força de vontade. Incrível!

Recomendo demais a leitura se você deseja entender mais sobre o comportamento humano e criar mecanismos de autocontrole. O livro dá muitas sugestões, acredito, para pais também. Mas essas eu não absorvi

 

Nota final:

⭐⭐⭐⭐⭐ 5/5

Este é um link de afiliado para a Amazon. Eu recebo uma pequena porcentagem se você comprar usando este link, assim como forma de apoiar meu trabalho ❤️